Tag Archives: SBK

Mv Agusta F4 RC Ed. Limitada

A MV Agusta revelou a versão mais nervosa e exclusiva de sua superesportiva F4. A F4 RC “Reparto Corse”. Trata-se de uma edição limitada de apenas 250 unidades preparada pela divisão de competições da montadora. Ainda não há previsão de vir para o Brasil (como sempre, os esquecidos) mas confere ai no vídeo da MV o que é essa maquina. o/

A moto é uma evolução da F4 RR convencional. Com a mesma pintura, ela é praticamente uma versão com placa e farol do modelo que está sendo utilizado esse ano no World Superbike com o piloto britânico Leon Camier. (o boy magia, garoto propaganda do vídeo *-*)

transferir mv-agusta-f4-rc-shows-amg-logo-packs-212-hp_2

Mas não é só a pintura que se assemelha a das motos que disputam o campeonato. O motor de quatro cilindros foi inteiramente reformulado para oferecer ainda mais desempenho, utilizando-se magnésio em diversas peças. O resultado são 205 cv de potência a 13.450 rpm, com um torque de 11,7 kgf.m a 9300 rpm. A eletrônica também recebeu uma atenção especial, com a centralina eletrônica ELDOR gerenciando praticamente todos os parâmetros do motor. São 4 modos de pilotagem e há ajustes na sensibilidade do acelerador (Ride-By-Wire), no torque, no freio motor e no quick swifter. O ABS e o Controle de Tração podem ser desligados e possuem 8 níveis de intervenção. As suspensões, como se imaginava, são de primeiríssima qualidade, (não poderia ser menos se tratando da MV Agusta) da marca sueca Öhlins, modelo NIX30 na dianteira, invertida e ajustável. Atrás, o monoamortecedor é do modelo TTX36, com um reservatório separado. Há também um amortecedor de direção. Para parar esse míssil, há dois discos Brembo M50 com pinças radiais e quatro pistões na dianteira. (sou só eu que fiquei com vontade de ver o Valentino pilotando essa fera?)

pequeno (1)  pequeno (3)    p1

Além ficar mais ‘musculosa, a F4 RC também precisou passar por uma rígida dieta, na qual até o peso dos parafusos foi levado em conta, sendo de titânio, a tampa do motor é em magnésio, rodas forjadas o escapamento é termignoni e as carenagens de fibra de carbono. O resultado pôde ser visto na balança: 183 kg à seco, sete a menos que o modelo standard. (será essa a dieta de Einstein? rsrs)

2110183afed3159755f469a2f2f3df05p3 pequeno (2)  mv-agusta-f4-rc_9

Ela mantém ainda as opções de quatro mapas de ignição e três níveis de mudança de resposta de acelerador, torque, freio motor e limitador de giro. Outros itens que continuam são as suspensões com regulagem eletrônica, o freio ABS com modo race, que o deixa mais permissivo e o controle de tração com oito níveis de intervenção. (OMG  será possível por mais tecnologia MV?)

images  2_f4rc_full

Mas o que mais me chama a atenção na MV Agusta F4 RC é a pintura, semelhante à utilizada no campeonato mundial. Todos os patrocinadores estão lá, inclusive o número 37, fazendo alusão ao número de títulos que a marca de Varese já conquistou nas pistas. Também está o logo da AMG, braço esportivo da Mercedes-Benz, a nova proprietária.

134b96a2ad0e5b2c702c1ab29b0ae972 (1) 194c91855a808562f096dce367d4f845

Os compradores ainda levarão para casa um kit para transformar a motocicleta em uma versão de pista, o qual é composto por sistema de escape de titânio, unidade de controle específica, tampa do tanque com liberação rápida entre outros itens. Com ele, a MV Agusta promete elevar o desempenho de 205 cv para 212 cv de potência a 13.600 rpm. O torque é de 11,7 kgf.m a 9.300 rpm. A velocidade máxima é de 302 km/h. (só acho que as japonesas também poderiam copiar essa ideia heim hahah)

mv-agusta-f4-rc-1 images

Maaaas, mais limitada que o numero dessa F4, que vão ser apenas 250 unidades fabricadas, é o valor dessa edição. Enquanto a F4 RR sai, no Brasil, a R$ 91.900, a edição limitada RC tem o valor de 36.900 euros, o que vai sair  cerca de R$ 130 mil dilmas aqui. (ai meu coração)

transferir

É isso ai pessoal, estou ansiosa (como sempre, sempre ansiosa) para ver os teste de primeiras impressões quando essa beleza chegar por aqui na terra dos esquecidos.

Abraços e #VrummVrumm